Silêncio, por favor!

Silêncio, por favor!

Leitura; 1 Reis 19:1-18

...depois do terremoto, um fogo, mas o SENHOR não estava no fogo; e, depois do fogo, um ciclo tranquilo e suave. v. 12

Recentemente, o surgimento de aparelhos digitais de música trouxe uma preocupação com relção à perda da audição. Esses aparelhos de som e fones de ouvido têm sido alvo de reclamações e processos judiciais. A exposiçao prolongada à música em volume alto demonstrou ser a causa de sérias deficiências auditivas. De certa forma, ouvir volumes alto demais pode resultar em incapacidade no ouvir.

Vivemos num mundo repleto de ruídos - sons com  objetivo de vender, pedir, seduzir e enganar. Em meio a essa cacofonia de sons, é fácil não perceber a mais importante de todas as vozes.

Elias ouviu as ameças de Jezabel e a voz de seu próprio medo, e por isso fugiu e se escondeu na caverna, Lá,foi confrontado com o ruído de um vento fortíssimo, um terremoto e fogo (Reis 19:11. 12). Então houve um silêncio na caverna e a voz do SENHOR - o único som que realmente importa -se fez ouvir, "...o cicio tranquilo e suave" (v.12).

Se quisermos que Deus fale aos nossos corações por meio de Sua Palavra, devemos nos afastar do barulho da multidão. Somente quando aprendemos a nos aquietar, vamos entender de fato o que significa ter comunhão com o DEUS, que se preocupa conosco.

Em nossos "momentos de silêncio" hoje, vamos nos esforçar para ouvir a voz de DEUS.

Para ouvir a voz de Deus, diminua o volume do mundo.