O Lenhador e o Machado

O Lenhador e o Machado

Leitura: Eclesiastes Capítulo 3 

 

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.” Eclesiastes 3:1

Essa é a história de Pedro, um ótimo lenhador que chegou a uma serraria procurando emprego. O capataz deu-lhe um dia para que ele mostrasse as suas habilidades.

Pedro surpreendeu o capataz, pois era capaz de derrubar dez árvores enquanto o normal era abater duas por dia. O melhor lenhador derrubava quatro.

Diante disso, Pedro foi alvo de comentários por parte de todos, pois era o melhor lenhador que se conhecia. Foi um verdadeiro sucesso. Porém, depois de algum tempo, sua produção baixou até que passou a ser o pior de todos os lenhadores. O que estaria acontecendo? O capataz preocupado, procurando saber o que estava havendo, chamou Pedro e disse:

– No dia em que você chegou aqui derrubou dez árvores, sem demonstrar cansaço e assim continuou por algum tempo. Mas ultimamente o vejo abatido e esgotado, sua produção foi caindo e você tem derrubado apenas uma árvore por dia. O que houve?

– Não sei, respondeu Pedro. Estou trabalhando como nunca trabalhei antes: tenho me esforçado três vezes mais, sou o primeiro a ir para a mata e o último a voltar!

O capataz pensou um pouco e perguntou a Pedro:

– Pedro, nesse tempo que está aqui, quantas vezes você amolou o machado?

E Pedro, um pouco atrapalhado, respondeu:

– Nenhuma, não tive tempo.

Cada coisa no seu tempo... você tem tido tempo para Deus? Ou está sempre muito ocupado para ele?

(Eclesiastes 3)

Como é dificil esperar pelo tempo de Deus, ainda que a palavra nos fale que há um tempo, para cada coisa debaixo dos céus, que há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; aqui dentro no nosso coração existirá sempre uma incompreensão, uma resistência em compreender e aceitar. Por isso quero elevar meus pensamentos a Deus nessa manhã e pedir com todas as minhas forças que Ele me ensine a esperar por esse tempo, que Ele me de paciência e sabedoria para compreender os propósitos Dele para a minha vida e sobretudo que Ele abra minha mente e meus olhos para que eu possa ver, aceitar, compreender as boas novas.