Melhor ainda!

Melhor ainda!

Leia: Filipenses 1:19-26, Jeremias 37–39, Hebreus 3

Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro. v.21

Francis Bacon afirmou: “Não acredito que um homem tema o fato de estar morto, teme apenas o ataque da morte.” E Woody Allen acrescentou: “Não tenho medo de morrer. Só não quero estar lá, quando isso ocorrer.”

O que mais assusta não é a morte. É o ato de morrer que nos amedronta. Quando Paulo enfrentou a prisão e a perspectiva de morrer numa cela, compartilhou sua visão sobre a vida e a morte: “Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 1:21). Que perspectiva!

A morte é nossa inimiga (1 Coríntios 15:25-28), mas não tem o poder de finalizar tudo, como muitos temem. Há uma eternidade esperando pelos cristãos além dessa vida, algo melhor ainda.

Alguém já disse: “O que a lagarta acha que é o fim da vida, a borboleta acha que é apenas o começo.” George MacDonald escreveu: “Como é estranho esse medo da morte! Nós nunca nos assustamos com o pôr do sol.”

Gosto muito desta paráfrase de Filipenses 1:21: “Para mim, viver significa ter oportunidades para Cristo, e morrer — bem, é melhor ainda!” Durante nossa vida física, temos oportunidades de servir a Jesus. Mas um dia, estaremos verdadeiramente em Sua presença. Nosso medo desaparecerá quando o virmos face a face.

Esse é o “melhor ainda” do qual o apóstolo Paulo fala!

 

Para o cristão, o medo da morte dará lugar à plenitude da vida.