Limites

Limites

Leia: Jeremias 5:20-29 , Jeremias 34–36, Hebreus 2

[Eu, o Senhor] …pus a areia para limite do mar… v.22

Não passa um ano sem que aconteça um desastre da natureza em algum lugar no mundo. Enchentes, ciclones e tsunamis destroem vidas, casas e o sustento das pessoas.

Ninguém argumentaria que os mares têm o “direito” de violar seus limites estabelecidos e ultrapassar a linha do litoral. As pessoas concordam que os desastres ocorrem sempre que o mar passa à margem da praia. O próprio Deus fez da areia um limite para o mar (Jeremias 5:22).

O Senhor também estabeleceu limites para o comportamento humano. No entanto, não passa um dia sem que ocorram inúmeras violações dos mandamentos de Deus, o que resulta em consequências desastrosas, tanto físicas como espirituais. É surpreendente como muitas vezes nós argumentamos que temos o “direito” de violar esses limites.

Nos dias do profeta Jeremias, o povo de Deus ultrapassou os limites, usando o engano para se tornarem ricos e se recusando a ajudar os necessitados (5:27,28). O resultado foi um desastre. Deus disse: “As vossas iniquidades desviam estas coisas, e os vossos pecados afastam de vós o bem” (v.25).

Há uma ordem inerente na criação. Violá-la traz consequências. Deus, em Sua bondade, comunicou-nos a ordem das coisas para que evitemos essas consequências. Sejamos sábios em conhecer e permanecer dentro dos limites que o Senhor prescreveu.

 

Não observar as ordens de Deus nos conduz à desordem.