Não se preocupe

Não se preocupe

Leia: Mateus 6:25-34 …não vos inquieteis […] vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas. vv.31,32

O cargo ocupado por meu sobrinho em breve seria extinto e por isso fiquei contente em ouvir de sua esposa que ele acabara de aceitar a oferta para uma nova posição.

“Nós oramos, eu me preocupei e Érico estava determinado a conseguir outro trabalho”, escreveu Angélica num email.

É fácil entrarmos em pânico quando enfrentamos preocupações sérias: a perda de emprego, um membro da família com câncer, um filho rebelde.

Então oramos. E ficamos atarefados. Começamos a fazer tudo o que conseguimos pensar para seguir adiante de forma positiva.

E nos preocupamos. Sabemos que isso é uma perda de tempo. No entanto, muitos de nós nos encontramos neste dilema — sabemos que devemos confiar em Deus, mas nos perguntamos o que Ele vai fazer exatamente.

É nesse momento que nos voltamos à Sua Palavra, que nos relembra que Ele está caminhando conosco e nos convidando a entregarmos as nossas preocupações e fardos. As Escrituras nos dizem: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1 Pedro 5:7), e “…segundo a sua riqueza em glória, [Deus] há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades” (Filipenses 4:19).

Quando a sua mente se volta para pensamentos de ansiedade sobre o futuro, lembre-se de que o “… vosso Pai celeste sabe…” (Mateus 6:32) e lhe dará o que você necessita.

A preocupação é um fardo que Deus nunca quis que carregássemos.

por Cindy Hess Kasper