Uma agenda de números para ter sempre à mão

Uma agenda de números para ter sempre à mão

O que aconteceria se nós tratássemos a Bíblia como tratamos nosso celular?

 

Se carregássemos a Bíblia em nossa bolsa, mochila, pendurada no cinto ou no bolso?

Se déssemos uma olhada nela várias vezes ao dia?

Se a usássemos para enviar mensagens para os nossos amigos?

Se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?

Se a déssemos de presente aos nossos filhos, para estar sempre em contato com eles?

Se a levássemos nas viagens, para usar em caso de emergências?

Se a abríssemos imediatamente em caso de perigo?

 

Ao contrário do celular, a Bíblia nunca fica sem sinal. Podemos nos conectar para estar em contato com Deus em qualquer lugar (inclusive no pico de uma montanha ou em alto-mar).

 

Não precisamos nos preocupar com a falta de crédito, porque Jesus já pagou para sempre a recarga e o crédito é ilimitado.

 

Melhor ainda: a comunicação nunca se interrompe e a bateria está carregada para a vida inteira.

 

Ah, só existe um modelo, ele se atualiza sozinho, nunca sai de moda e é sempre perfeito.

 

NÚMEROS PARA DISCAR EM CASO DE NECESSIDADE:

 

• Se você está triste, João 14

• Se as pessoas falam mal de você, Salmo 27

• Se você está nervoso ou estressado, Salmo 51

• Se está preocupado, Mateus 6,19-24

• Se está em perigo, Salmo 63

• Se precisa fortalecer a sua fé, Hebreus 11

• Se você se sente sozinho e tem medo, Salmo 22

• Se você é duro e crítico, 1 Coríntios 13

• Para conhecer o segredo da felicidade, Colossenses 3, 12-17

• Se você se sente triste e abandonado, Romanos 8, 31-39

• Se precisa de paz e descanso, Mateus 11, 25-30

• Se o mundo parece maior que Deus, Salmo 90

 

Anote estes números na agenda (pode ser inclusive a do celular!), porque podem ser muito úteis em alguns momentos da sua vida.

 

Há momentos nos quais é melhor ter um número bíblico (para encontrar a ajuda de Deus) que ter um número de telefone (para encontrar a ajuda das pessoas).

 

Você é especial para Deus, nunca se canse de buscá-lo.

 

(Artigo de Tiziana Galluso, do blog Cavalieri dela Luce)