Verdadeiro abrigo

Verdadeiro abrigo

Leia: Josué 20:1-9;  Gênesis 25–26; Mateus 8:1-17

Torre forte é o nome do Senhor, à qual o justo se acolhe e está seguro. Provérbios 18:10

Em março de 2014, um conflito tribal irrompeu na região de minha cidade natal, forçando a família de meu pai e outros refugiados a se abrigarem na capital daquele estado. Ao longo da história, pessoas que se sentiram inseguras em suas pátrias viajaram para outros lugares em busca de segurança e algo melhor.

 

Ao visitar e conversar com aquelas pessoas, pensei nas cidades de refúgio de Josué 20:1-9. Elas eram cidades designadas como locais de segurança para os fugitivos de “parentes em busca de vingança” no caso de morte acidental (v.3). Elas ofereciam paz e proteção.

 

Hoje, as pessoas ainda procuram locais de refúgio, embora por uma variedade de motivos. Mas por mais necessários que sejam esses santuários, fornecendo abrigo e alimento, eles não podem atender totalmente às necessidades dos refugiados e fugitivos. Esse descanso é encontrado somente em Deus. Aqueles que andam com Deus encontram nele o verdadeiro abrigo e a proteção mais segura. Quando o antigo Israel foi enviado para o exílio, o Senhor disse: “lhes servirei de santuário [abrigo seguro] […] nas terras para onde foram” (Ezequiel 11:16).

 

Com o salmista, podemos dizer com confiança ao Senhor: “Tu és o meu esconderijo; tu me preservas da tribulação e me cercas de alegres cantos de livramento” (32:7).

 

Nada consegue abalar os que estão seguros nas mãos de Deus.

por A. Charles