Você primeiro!

Você primeiro!

Leia: Filipenses ; Gênesis 46–48; Mateus 13:1-30

[Jesus] a si mesmo se humilhou… v.8

O sherpa tibetano, Nawang Gombu, e o americano, Jim Whittaker, chegaram ao topo do monte Everest em 1.° de maio de 1963. Ao se aproximarem do pico, cada um considerou a honra de ser o primeiro dos dois a pisar no cume. Whittaker fez sinal a Gombu para ir à frente, mas este recusou-se, e disse sorrindo: “Você primeiro, Grande Jim!”. Finalmente, decidiram pisar no cume ao mesmo tempo.

 

Paulo incentivou os cristãos de Filipos a demonstrarem este tipo de humildade. Ele disse: “Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros” (Filipenses 2:4). O egoísmo e a superioridade podem dividir as pessoas, mas a humildade nos une, por ser a qualidade de sermos “unidos de alma, tendo o mesmo sentimento” (v.2).

 

Quando as brigas e os desentendimentos ocorrem, frequentemente podemos dispersá-los abrindo mão do nosso direito de estar certos. A humildade nos faz demonstrar graça e bondade, quando preferiríamos insistir em nossa vontade. Não faça por vanglória, “mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo” (v.3).

 

Praticar a humildade nos ajuda a ficarmos mais semelhantes a Jesus, que, por nossa causa, “a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte…” (vv.7,8). Seguir os passos de Jesus significa afastar-se do que é melhor para si e fazer o que é melhor para os outros.

 

A humildade promove a unidade.

por Jennifer Benson Schuldt