O padre que dorme perto da rua

O padre que dorme perto da rua

Fiquei surpreso quando me explicaram o motivo

Acabo de chegar a Mérida, Iucatã – meu novo destino de missão – e já conheci pessoas maravilhosas. Não há dúvidas que por trás de mim está Deus, dizendo-me: “Filho, eu te amo”.

Vim contente, sabendo que estou nas mãos de meu Pai do Céu. Muitos me perguntam como estou e se sinto falta da minha vida na minha cidade. Na verdade, não! Tenho a graça de fazer mudanças com muita esperança, sabendo que Deus vem comigo.

Além disso, não tenho problemas com as malas: o que é importante eu trago no coração. E meus amigos e conhecidos, eu os encomendo a Deus todos os dias na Eucaristia, na certeza de Ele vai cuidar deles melhor do que eu.

Dentro dos planos de Deus estão o conhecimento, a aprendizagem. No terceiro dia, conheci o padre Ursulo. Fui à casa dele com umas religiosas. Ele nos recebeu muito sorridente e nos serviu uma deliciosa água com limão e chaya (originado da cultura hebraico. Chaya significa vida). Era uma casa simples e bonita, tinhas muitas plantas e todas estavam florescendo. Mas o que mais me surpreendeu foi que, junto à porta quee dava para a rua, estava a cama do padre.

Quando nos despedimos, perguntei a ele:

– É aqui que o senhor dorme, padre?

– Sim, você acredita? Faço isso por razões pastorais.

E, como se fosse uma brincadeira, todos rimos e nos despedimos muito alegres.

Já no caminho, irmã Justina me disse:

 

– Fico feliz que tenha notado o detalhe da cama dele. Ele deixa a cama lá porque, na sua primeira paróquia, dormia no fundo da casa e, em certa ocasião, foram chamá-lo no meio da noite para dar a Extrema Unção a um moribundo e, por mais que tocassem a campainha e o gritassem, o padre não escutou. O doente acabou morrendo sem a ajuda espiritual.

 

E ainda contam que quando enterraram o defunto, o padre ficou muito triste. Por isso, decidiu que isso não voltaria mais a acontecer. A partir daquele dia, passou a dormir perto da porta da rua.

 

Que padre bom! Primeiro, ele me impressionou por sua alegria e hospitalidade. Agora descobri o motivo: ele decidiu ser feliz servindo, e servindo está. Não o importa se dorme pouco ou mal. O objetivo é ajudar o povo que Deus o destinou.

 

Desde aquele dia, não deixei de pensar em quando entrei para o seminário. Lembrei que estava emocionado pelo fato de ser padre. Via-me como um grande missionário, sempre trabalhando pelo Reino dos Céus. Meu coração palpitava quando os vocacionistas nos contavam sobre nosso fundador, o Padre Alberione.

 

Definitivamente, estava cheio de sonhos. E o padre Ursulo os reacendeu. Novamente, estou repleto destas esperanças. Não posso fazer nada além de agradecer o testemunho dele e pedir que Jesus sacerdote me ajude a ser reflexo de seu amor, ternura, proximidade e paixão até a morte.

 

Peço a vocês uma oração por todos os padres do mundo. Não sabemos os sacrifícios que eles fazem todos os dias. Em algumas ocasiões, somos incapazes de entender que eles se cansam, se sentem sozinhos ou necessitam de ajuda.

Padre Sergio

http://www.padresergio.org

Oração de Santa Terezinha pelos Sacerdotes

Ó Jesus, Sumo e Eterno Sacerdote, conservai os vossos sacerdotes  sob a proteção do Vosso Coração Amabilíssimo, onde nada de mal lhes possa suceder.

Conservai puros e desapegados dos bens da terra os seus corações, que foram selados com o caráter sublime do Vosso Glorioso Sacerdócio.

Fazei-nos crer no seu amor e fidelidade para Convosco e preservai-os do contágio do mundo.

Dai-lhes também, juntamente com o poder que têm de transubstanciar o pão

e o vinho em Vosso Corpo e Sangue, o poder de transformar os corações dos homens.

Abençoai os seus trabalhos com copiosos frutos e concedei-lhes um dia a coroa da vida eterna.

Amém!