As atitudes

As atitudes

 

Não caia no erro de justificar-se e aprovar suas atitudes, dizendo que você “é assim”; pelo contrário, estude para ver como deve ser e esforce-se por chegar a sê-lo.

Mude o “sou assim” pelo “tenho que ser assim”.

Você é “assim”; porém, tem a certeza de que deve ser assim? Você se julga já tão perfeito, que não tem motivo de mudar? Você pensa que os outros não são “assim”, como você é, não são tão bons como você? Por que eles devem mudar seu modo de ser e você deve continuar sendo como é?

Existe em você um complexo de superioridade e, em contrapartida, você julga os outros com critérios de inferioridade. Você pensa em você mesmo com um convencimento de perfeccionismo e autossuficiência e olha para os demais com desdém ou pelo menos com subestima.

Não basta servirmos a Deus; é preciso que cada dia o sirvamos com maior perfeição; Deus já tinhas traçado a senda a Abrão: “Anda em minha presença e sê íntegro” (Gen 17,1). “Até que todos tenham chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo” (Ef 4,13)