Papa Francisco, contundente: “homem que paga por sexo é criminoso”

Papa Francisco, contundente: “homem que paga por sexo é criminoso”

"Se um jovem tem esse hábito, é um criminoso. Quem faz isso é um criminoso. Isso não é fazer amor, mas torturar uma mulher”.

Ao se reunir nesta segunda-feira (19de março de 2018) com os jovens participantes da reunião prévia ao Sínodo dos Bispos sobre a juventude, agendada para outubro, o Papa Francisco destacou a gravidade do tráfico de seres humanos e fez uma afirmação contundente e implacável sobre quem paga por sexo:

“Se um jovem tem esse hábito, é um criminoso. Quem faz isso é um criminoso. Isso não é fazer amor, mas torturar uma mulher”.

O Santo Padre respondeu a perguntas que abordavam uma ampla gama de temas, desde dramas como o tráfico humano até questões sobre vida consagrada e discernimento vocacional.

A primeira pergunta foi feita por uma mulher nigeriana, vítima do tráfico de seres humanos e da exploração sexual. Francisco voltou a mostrar o seu horror diante dessa realidade, como já fez em várias ocasiões anteriores, e deixou novamente claro que se trata de “escravidão atual“. O Papa já chegou a visitar um centro de acolhimento de vítimas resgatadas da prostituição forçada.

Francisco também enfatizou que é um grande escândalo o fato de que muitos exploradores ou “clientes” dessas mulheres são pessoas batizadas e supostamente católicas.

“Acho que, aqui na Itália, 90% dos ‘clientes’ são batizados, são católicos. E penso no nojo que estas mulheres devem sentir quando esses homens fazem qualquer coisa com elas”.

O Papa foi enfático ao reafirmar sobre a escravidão sexual:

É um crime contra a humanidade, um crime contra a humanidade, e nasce de uma mentalidade doente”.

 

Fonte: https://pt.aleteia.org/2018/03/20/papa-francisco-contundente-homem-que-paga-por-sexo-e-criminoso/