Pentecostes, Vem Espirito Santo....

Pentecostes, Vem Espirito Santo....

Jesus disse que enviaria o Espírito Santo e assim foi no dia de Pentecostes.

 

“Nos últimos dias, diz o Senhor,

derramarei o meu Espírito sobre toda a criatura.

Os vossos filhos e as vossas filhas hão-de profetizar;

os vossos jovens terão visões,

e os vossos velhos terão sonhos.

Certamente, sobre os meus servos

e as minhas servas

derramarei o meu Espírito, nesses dias,

e eles hão-de profetizar.”

 

Os discípulos estavam no Cenáculo reunidos em oração. Estavam muito confusos. Já não sabiam o que fazer. Nem conseguiam compreender bem o que Jesus lhes tinha dito. A sua vida estava como que parada no tempo. Não sabiam o que pensar, como sair daquela situação. Viviam como foragidos, apavorados com o presente e o com o futuro.

Mas mesmo assim eles continuavam a orar insistentemente, tinham com eles Maria a mãe de Jesus que com certeza lhes dava palavras de força e coragem apesar de não verem nada, a não ser muitos obstáculos e naquela oração aconteceu o que Jesus lhes havia prometido: enviou o Espírito Santo. Um Espírito de Amor, Paz, Fortaleza e todos os outros dons.

 

Der repente eles deixaram de ter medo, passaram a ter compreensão sobre tudo o que Jesus lhes havia dito e o que Jesus lhes pedia para a Sua vida, ou seja, qual era a sua vocação. Precisavam do Espírito Santo para realmente verem, escutarem, falarem, agirem conforme a Palavra . Enfrentaram perseguições, a gozação dos outros, doenças, a morte dos amigos por serem apenas cristãos… Mas o medo e o desânimo já não os oprimiam. Entregavam tudo para a maior glória do Pai. Quando o medo queria voltar, oravam e pediam para que Jesus enviasse o Espírito Santo para a maior glória do Pai.

 

Somos homens e mulheres como eles eram. Temos inúmeros medos, receios, o desânimo ataca-nos muitas vezes. As perseguições, o sofrimento, a doença são muitas vezes uma tormenta. Então vamos seguir o seu exemplo e continuemos a orar sem cessar

– mesmo sem nada ver – e peçamos o Espírito Santo. Para que, tal como os discípulos, nos tornemos apóstolos e vivamos a vida em abundância que Cristo nos quer dar ( Cfr. Jo 10, 10). Para que, tal como a eles, o Espírito Santo nos ilumine e nos fortaleça quando o medo quer voltar e quando as preocupações querem ocupar o centro da nossa vida, que deve ser guardado apenas para Cristo.

 

Então oremos meus irmãos:

 

“Espírito Santo, que unis o Pai e o Filho em bem-aventurança eterna, ensinai-me a viver a cada instante e em todos os acontecimentos, na intimidade com meu Deus, sempre mais consumado na unidade da Trindade Santa. Sim, acima de tudo, concedei-me vosso Espírito de Amor para animar com vossa santidade os mínimos atos da minha vida, a fim de que, na Igreja, seja eu, verdadeiramente, pela redenção das almas e a glória do Pai, uma hóstia de amor em louvor da Trindade.

 

Peço-vos uma alma de limpidez cristalina, digna de ser templo vivo da Santíssima Trindade. Deus Santo guardai na unidade minha alma para Jesus, com todo o seu poder de amor, ávida de beber incessantemente vossa pureza infinita. Que minha alma atravesse este mundo santa e imaculada no amor, amando acima de tudo vossa presença, unicamente sob vosso olhar, sem a menor imperfeição, sem que a menor mácula venha nela ofuscar o esplendor de vossa beleza. Amém”.