As duas caixas

As duas caixas

Tenho em minhas mãos as duas caixas que Deus me deu para guardar. Ele disse:
— Coloque todas as suas tristezas na preta e todas as suas alegrias na dourada.
Eu entendi suas palavras e guardei nas duas caixas tanto minhas alegrias quanto minhas tristezas.
Mas, embora a dourada ficasse cada dia mais pesada, a preta continuava tão leve quanto antes. Curioso, abri a preta
Eu queria descobrir o porquê, e vi na base da caixa um buraco pelo qual minhas tristezas saíam.
Mostrei o buraco a Deus e pensei alto: “gostaria de saber onde minhas tristezas podem estar…”
Ele sorriu gentilmente para mim e disse:
— Meu filho, elas estão aqui comigo!
Perguntei:
— Deus, por que me deu as caixas? Por que a dourada inteira e a preta com o buraco?
— Meu filho, a dourada é para você contar suas bênçãos… E a preta é para você deixar ir embora suas mágoas e tristezas…
Lembre-se sempre de guardar seus momentos mais felizes e deixar ir embora as tristezas!