Qual é o significado de "tudo me é lícito mas nem tudo convém”?

Qual é o significado de

 

1 Coríntios 6:12

12"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine.”

 

A expressão “tudo me é lícito mas nem tudo convém” vem de 1 Coríntios 6:12, e é um aviso sobre os perigos da libertinagem. Em Jesus somos livres mas não devemos usar essa liberdade para pecar. Nossas ações têm consequências e o pecado traz problemas.

 

O livro de 1 Coríntios foi escrito para a igreja da cidade grega de Corinto. Um problema sério dessa igreja era a imoralidade sexual (1 Coríntios 5:1). Os cristãos  de Corinto estavam usando a liberdade como desculpa para fazerem todo tipo de coisas que não eram boas, caindo no pecado e causando todo tipo de problemas para a pregação do evangelho.

 

A igreja de Corinto tinha aprendido que há liberdade em Jesus. Mas eles estavam confundindo liberdade com o direito de fazer tudo que quisessem, sem consequências. Isso não é liberdade.

 

Tudo me é permitido

Lícito significa permitido. Deus nos mostra o caminho que devemos seguir mas Ele nos permite fazer nossas próprias escolhas. Cada pessoa é responsável pelas suas ações.

 

O pecado nos escraviza mas Jesus nos liberta para podermos fazer o bem. A verdadeira liberdade é poder escolher o que é certo. Em Jesus, encontramos a liberdade para viver da melhor forma, rejeitando o pecado e todas as coisas negativas que ele traz (Gálatas 5:13).

 

Os cristãos de Corinto achavam que sua liberdade lhes dava o direito de fazerem tudo que quisessem, sem regras. Mas quem está realmente arrependido não quer viver mais no pecado. Seu coração está voltado para Deus e escolhe seguir Seus mandamentos.

Nem tudo convém

Nossas escolhas têm consequências. Somos livres para escolher mas depois temos de viver com as consequências de nossas ações. No caso da imoralidade sexual, é um ataque contra o próprio corpo, que o contamina e machuca (1 Coríntios 6:18).

 

Os mandamentos de Deus existem para proteger nossa liberdade, não para nos escravizar. Não convém cometer imoralidade sexual porque isso nos machuca e afasta de Deus. A vida de pecado destrói mas Jesus nos purifica para vivermos de forma diferente (1 Coríntios 6:9-11).

 

Quem ama a Deus não O quer ofender. O pecado é um insulto contra Deus. Uma vida entregue ao pecado, sem arrependimento nem desejo de obedecer a Deus não é uma vida cristã. Cada catóçico é chamado para escolher uma vida que glorifica a Deus, vivendo em santidade e amor. Essa é a melhor forma de viver, livre do domínio do pecado.