Origem da Festa de Todos os Santos

Origem da Festa de Todos os Santos

A ideia de homenagear todos os santos teria começado por volta do século IV, na Antioquia, quando se recordavam os santos mártires no primeiro domingo após Pentecostes.

 

Mais tarde, no ano 835 d.C, o papa Gregório IV decide dedicar o dia 1º de novembro a todos aqueles que tiveram uma vida santa, mas não foram lembrados ao longo do ano ou mesmo não foram reconhecidos como santos oficialmente pela Igreja.

 

De acordo com as tradições da Igreja Católica, após a celebração da Festa de Todos os Santos (Festum Omnium Sanctorum, em latim) em 1º de novembro, celebra-se o Dia de Finados, em 2 de novembro.

 

Oração do Dia de Todos os Santos

“Querido Pai,

O Senhor tem dado aos santos do céu a felicidade eterna que vivem agora na plenitude de Sua glória. Devido ao Seu santo amor, eles também se preocupam comigo e minha família, meus amigos, minha igreja, meus vizinhos.

 

Obrigado pelo dom da sua amizade e do testemunho de uma vida santa.

 

Eu peço aos nossos santos padroeiros e todos os santos que se tornaram particularmente queridos para mim, a intercessão por nós. Peço-lhes que nos ajude a caminhar com segurança no caminho estreito que conduz ao céu.

 

Ó Senhor, dai-nos a sua proteção. Dai-nos a sua assistência para vencer a tentação, ganhando a plenitude da vida. Amém!”