Meditação diária: 27 de janeiro de 2017

Meditação diária: 27 de janeiro de 2017

Manjar turco

Leitura: Gálatas 5,16-25

...revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e mada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências. (Romanos 13,14)

No livro As crônicas de Nárnia, Edmundo foi arrastado para o lado da escuridão pela malvada feiticeira branca. O método dela era simples - apelava para o amor dele por doces e guloseimas, posição social e vingança. O manjar turco que ela lhe ofereceu era delicioso e fez desejá-lo ainda mais. Sua atração era tão forte que levou Edmundo a trair seu irmão e irmãs.
Os apetites do mundo e da carne são ferramentas poderosas usadas pelo diabo para nos induzir ao vício. Ele apela ao amor que temos pelo que satisfaz nossos desejos egoístas e pecaminosos e usa isto para nos tentar, controlar, desencorajar, derrotar e destruir. Lutamos por poder, dinheiro, comida, álcool, roupas ou sexo, mesmo correndo o risco de sacrificar nossos amigos, entes queridos e até nosso realcionamento com o nosso Salvador, a fim de satisfazer nossos desejos.
Como podemos resistir às tentações de Satanás? Pauli disse: "...andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne" (Gálatas 5,16) Ele também escreveu: "....revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências" (Romanos 13,14). E João disse: "Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo..." (1João 2,15).
Revestam-se do Senhor e vivam pelo Espírito. É assim que quebramos o poder da síndrome do manjar turco.

Deus provê a armadura para resistirmos à tentação, mas nós temos que vesti-la.