Meditação diária: 29 de janeiro de 2017

Meditação diária: 29 de janeiro de 2017

A comparação certa

Leitura: 2Coríntios 10,12-18

Porque não ousamos classificar-nos ou comparar-nos com alguns que se louvam a si mesmos... (v.12)

Quando eu era estudante, levava paredes e janelas nas casas das pessoas para ganhar algum dinheiro. E num novo emprego, um homem de 1,20m saudou-me à porta de sua casa. Ele me contou que empregava alguém para limpar as janelas porque elas eram muito altas e ele não conseguia alcaçá-las. Embora eu tenha apenas 1,65m de altura, me senti um gigante naquela casa. Aos olhos de Deus, é claro, nossa estatura física não significa nada.
Algumas pessoas na igreja pensam, de forma errada, que são gigantes espirituais. Esses "figurões" podem achar que são superiores por causa de seus cargos. Paulo escreveu a respeito dessa autopromoção equivocada: "...eles, medindo-se consigo mesmos e comparando-se consigo mesmos, revelam insensatez" (2Corintios 10,12).
Outros podem achar que seu crescimento está estagnado porque não desempenham um papel visível. Isso também está errado. Algumas vezes, os que mais crescem podem sentir-se inferiores àqueles que mantêm uma aparência hipócrita de perfeccionismo legalista. Comparações espirituais sempre são insensatas. Somente o Senhor é o verdadeiro juiz do crescimento espiritual.
A estatura física não importa - a nossa vida espiritual, sim. Se você estiver se sentindo superior ou inferior a alguém, peça a Deus que lhe dê a atitude apropriada. Ele é o verdadeiro juiz do coração (1Samuel 16,7).

Nenhum engano é tão perigoso quanto o autoengano.