Meditação diária: 15 de fevereiro de 2017

Meditação diária: 15 de fevereiro de 2017

Guardas de cera.

Leitura: João 14,15-24

Se me amais, guardareis os meus mandamentos. (v.15)

 

Por diversos anos, nossa família viveu numa pequena cidade onde eu pastoreava uma igreja. A comunidade na qual vivíamos não tinha recursos para financiar policiais para patrulhar completamente as ruas. Por isso havia uma preocupação genuína com a falta de segurança quanto aos motoristas imprudentes.
Para enfrentar essa situação, os políticos da cidade tiveam a ideia que chamaram de Guardas de cera.Eram  manequins uniformizados colocados em carros de patrulhamento ao longo das ruas. É óbvio, esses "guardas" bão podiam perseguir os que violavam a lei ou dar multas - mas apenas a visão daqueles carros com "policiais" era o suficientes para que as pessoas diminuissem a velocidade. Foi uma forma criativa de ajudar as pessoas a obedecerem a lei.
Como cristãos, não deveríamos ser forçados nem enganados para praticar o que é certo. Na verdade, a obediência perde seu significado se obedecermos somente por dever ou obrigação. Nosso desejo deveria ser fazer o que agrada ao Senhor, porque o amamos. Jesus disse: "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama..." (Jo 14,21); "É por isso que também nos esforçamos [...] para lhe sermos agradáveis" (2Corintios 5,9).
Façamos o que é certo, com um coração agradecido pela graça de Deus por nós.

Nosso desejo de agradar o Senhor é nosso maior motivo de obedecer-lhe.