>

Comportamento

Comportamento

“Toda a amargura, irritação, cólera, gritaria, injúrias, tudo isso deve desaparecer do meio de vós, como toda espécie de maldade. Sede bons uns para com os outros.” Ef 4,31-32

 

É muito forte o modo como o Senhor quer que nos comportemos diante dessas escolhas tão perniciosas e profundamente destrutivas em nossas vidas. Ele diz quer tudo isso deve desaparecer. Ou seja, não deve aparecer mais. Não pode fazer parte de nossa vida. Essas armas malignas são uma grande manifestação de um agir contrário à caridade que Jesus nos propõe, e como filha dessa falta de caridade vem a indiferença, pois, quando tratamos alguém mal, estamos sendo indiferentes com a dor dessa pessoa e negando sua existência como manifestação do amor de Deus.

Inúmeras vezes as pessoas que saio subordinadas a nós são obrigadas a suportar nosso mau humor, nossa amargura, nossa irritação, nossa cólera, nossas gritarias e tantas vezes nossas injúrias. Seja como for, o Senhor nos diz que tudo isso deve ser substituído por uma atitude uma atitude, SER BOM. Vejam, meus queridos irmãos, que Deus fala sobre “ser” e não de ter alguns atos de bondade. A bondade deve fazer parte integralmente da nossa vida e deve marcar nossa relação conosco, com Deus e com os outros, que o Senhor chamou de próximos. Aqui já vislumbramos algo grandioso que é fruto desse ser bom: o outro não deve estar longe de nós, mas bem ao contrário nós devemos criar proximidade.

 

Pense nas pessoas que foram atingidas pela amargura, irritação e cólera durante uma conversa com você. Reconstrua essa relação.