>

Fazer o bem

Fazer o bem

Fazer o bem

 

“O bem que se faz nunca fica perdido – se os homens esquecem, lembram-se dele os deuses e nos recompensam.”

Fenelon

 

Essa história é de uma família rica que foi passar um fim de semana em uma bela propriedade.

A família era a de Lorde Churchill...

As criasnças se divertiam numa deliciosa piscina. No último dia, ocorreu uma tragédia. O menino menor caiu n’água e quase afundou. As outras crianças começaram a gritar.

Tentavam alcançar com as mãos o pequeno que se afogava, mas não conseguiam. Por fim, o filho do jardineiro ouviu os gritos e saltou na piscina, retirando dali o garoto.

Quando o pai ouviu a história, ficou muito agradecido. Ele se dirigiu ao jardineiro, o senhor Fleming, e lhe perguntou o que poderia fazer por ele.

Afinal, -disse- o seu filho salvou a vida do meu filho.

O jardineiro, no entanto, disse que não havia necessidade de fazer coisa alguma. O seu filho fizera o que qualquer outro faria.

O pai do pequeno Winston Churchill insistiu: Mas eu preciso fazer alguma coisa pelo seu filho. O que ele gostaria?

- Bem – respondeu o Sr. Fleming – desde que aprendeu a falar, tem manifestado o desejo de ser médico.

O homem, agradecido, estendeu a mão ao senhor Fleming e garantiu: “Seu filho frequentará a melhor escola de medicina da Inglaterra”. E sustentou a palavra.

Anos depois, o mundo foi sacudido com a notícia de que Churchill, o estadista conhecido como o maior inglês de todos os tempos, estava doente com pneumonia em Teerã.

Os meios de comunicação com a Inglaterra transmitiram por toda a nação o desejo de que o melhor médico do império britânico tomasse um avião para Teerã e assitisse o primeiro-ministro.

Esse médico foi o Dr. Fleming, o descobridor da penicilina. Os seus esforços foram coroados de êxito. Mais tarde, recuperado, Winston Churchill declarou: “Não é sempre que o homem tem a oportunidade de agradecer ao mesmo homem por haver-lhe salvo a vida duas vezes...”

O pequeno Fleming, que havia salvo a vida do pequeno Churchill quando se afogava numa piscina, tornou-se o Dr. Fleming, que de novo lhe salvou a vida.